A disseminação do Coronavírus assusta o mundo, mas alguns hábitos podem ajudar a combater a Covid-19 e evitar novos casos. Saiba o que fazer para ficar longe da doença:

Evite procurar o Pronto Atendimento em casos de:

– Febre, tosse e dores no corpo;

– Para retirar dúvidas;

– Caso não tenha sintoma, mas teve contato com pessoas sintomáticas ou casos confirmados de Coronavírus;

– Caso tenha sintomas leves, como: febre, dores no corpo, dor de garganta e tosse, mesmo tendo contato com pessoas sintomáticas, ou casos confirmados de coronavírus.

Nesses casos a Unimed Rio Preto recomenda utilizar o canal de comunicação, que conta com profissionais especializados para orientar, esclarecer e direcionar o cuidado, pelo telefone (17) 3513.7657, com atendimento das 6 à 0 hora.

Autocuidado Sintomático

Não há tratamento específico para a Covid-19. Por esse motivo, é necessário o autocuidado, dentre eles, recomendamos:

– Hidratação: beba muita água e sucos naturais, aprecie as frutas da estação;

– Alimentação saudável: evite alimentos gordurosos e frituras, bebidas alcoólicas;

– Evite fumar;

– Tranquilidade para enfrentar esse período: o repouso é fundamental para sua recuperação, aproveite esse período para mudar um hábito, comece a ler, assista sua série preferida ou curta seu tempo com a atividade que mais lhe agrada;

– Medicamentos para sintomáticos, como analgésico e antitérmicos;

– Não utilizar anti-inflamatórios;

– Desenvolva um novo talento como música, culinária etc.

Autocuidado Preventivo

– Não procure o Pronto Atendimento sem necessidade. Utilize nosso Canal de Atendimento;

– Evite aglomerações e ambientes pouco ventilados;

– Lave bem as mãos com água e sabão ou higienize com álcool em gel com frequência e intensifique nas situações em que tossir ou espirrar, depois de cuidar de pessoas e antes e após as refeições;

-Tenha cuidado ao tossir ou espirrar, proteja a face junto à dobra do cotovelo ou utilize lenços de papel.

– Evite compartilhar itens pessoais: garrafas de água, canudos, copos, alimentos e demais itens pessoais que são levados à boca não devem ser compartilhados.

Fonte: Unimed Brasil; Informe da Sociedade Brasileira de Infectologia de 12/03/2020; Equipe Médica de Atenção à Saúde Primária Unimed São José do Rio Preto