A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica – DPOC é uma condição de saúde intimamente ligada ao tabagismo, que agrupa duas enfermidades diferentes – bronquite crônica e enfisema pulmonar, sendo que a maioria dos pacientes possui uma combinação das duas patologias.  

Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, por volta de 210 milhões de pessoas são acometidas pela doença e aproximadamente de 85% a 90% de todas as mortes por DPOC estão ligadas ao tabagismo. Para se ter uma ideia, fumantes de cigarros apresentam risco de dez a 14 vezes maior de morte por DPOC e os de charutos e cachimbos têm seis vezes mais chance de ter o problema.

Por isso, é preciso prevenir e ficar atento aos sintomas. O paciente com DPOC apresenta dificuldade na movimentação do ar pelos brônquios e na oxigenação do sangue, além de produção aumentada de catarro. Geralmente, os sintomas iniciais são tosse e expectoração seguidos de falta de ar que piora progressivamente passando a dificultar tarefas simples, como tomar banho ou se vestir.

Como o tabagismo é a principal causa da DPOC, é fundamental que o paciente pare de fumar. Fazer um acompanhamento que priorize estratégias de enfrentamento às situações de risco que levam a esse hábito, pode ser útil para os que desejam cessar o uso do tabaco.

Quer saber mais como cuidar da sua saúde? Entre em contato com a Medicina Preventiva da Unimed Rio Preto pelo telefone (17) 3202 1120.