Fotos estampadas nos maços de cigarro conseguem alertar para os riscos do tabagismo?

Segundo especialistas, o consumo de tabaco é responsável por causar mais de cinquenta tipos de doenças diferentes, entre elas os cânceres de pulmão, laringe e faringe.       

Na tentativa de afastar o consumidor desse tipo de produto e dar exemplos de como o cigarro pode ser prejudicial, o Ministério da Saúde determina que os fabricantes estampem nos maços imagens que mostrem as consequências do tabagismo.   

As fotos são bastante provocativas e têm por objetivo chocar o consumidor para que ele reflita e até pare de fumar. As imagens têm temas como câncer de boca, cegueira, envelhecimento, impotência sexual, infarto, trombose, parto prematuro e gangrena. Porém, na prática, a tática não surte o efeito esperado e, muitas vezes, as fotos viram até alvo de brincadeiras entre os tabagistas.      

Segundo a psicóloga da Medicina Preventiva da Unimed Rio Preto, Janiele Pereira, essa abordagem pode não ser tão eficaz, pois cada pessoa tem sua maneira de largar o vício. “Não há padrão para a que o tabagismo seja interrompido e sozinho é mais difícil de conseguir. Por isso, a sugestão é procurar um especialista ou grupos de apoio que facilitem esse processo”, afirma.    

Para o supervisor de elétrica, Mateus Lowes, fumante há dez anos, as imagens expostas nas embalagens nunca o impediram de fumar. “Eu olho e faço algumas piadas sobre os temas. Já cheguei até fazer uma montagem com a imagem da impotência. Isso nunca me influenciou em nada, acho que não influencia ninguém”, disse.  As mensagens transmitidas nos produtos, segundo Janiele, poderiam oferecer informações e temas positivos, mostrando os benefícios de parar de fumar. “Poderiam conter menções sobre a qualidade de vida, melhora na respiração, além de mostrar os benefícios reais. Certamente seria muito mais efetivo”, explica.               

 Pensando no bem-estar dos fumantes, a Unimed Rio Preto, por meio da Medicina Preventiva, oferece aos clientes o programa “Você Pode Parar de Fumar”. “São oito aulas, uma por semana, de caráter psicoeducativo, cujo objetivo é fornecer ferramentas e estratégias para enfrentamento de situações que levam ao comportamento de fumar, com o objetivo de auxiliar na redução gradual e cessação completa do consumo de cigarro”, explica a psicóloga.  Para participar, clique aqui.

 

 

 

 

O nosso plano é estar sempre ao seu lado por isso estamos por aqui também! Central 24 horas - (17) 3202-1223 SAC 24 horas - 0800 772 94 67

3 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *