Tablets usados na ação serão doados para as instituições que cuidam desses idosos e usados também para lives de contação de histórias com o Grupo Operação Alegria

Com objetivo de levar entretenimento, celebrar o Dia das Mães e ajudar a amenizar os efeitos do isolamento social entre os idosos que residem em instituições e não podem receber visitas por segurança, a Unimed Rio Preto fará uma ação especial.

As instituições serão presenteadas com tablets, que possuem acesso à internet, doados pela SPSP – Grupo Empresarial de Serviços, parceira da Unimed Rio Preto no projeto. Por meio deles, serão transmitidas lives do Grupo Operação Alegria, voluntários que visitam hospitais, asilos, casas de passagem, entre outros, para contar histórias, levar conforto, afeto e diversão.

As instituições participantes que irão receber os tablets são o Lar Esperança, Associação Evangélica Lar de Betânia, Lar São Vicente de Paulo, Asilo de Schimdt e Lar dos Velhinhos de Mirassol. Ao todo, a Unimed Rio Preto irá destinar 12 tablets que irão beneficiar quase 200 idosos. 

Além das sessões de contação de história, que serão realizadas em dias e horários pré-determinados, os idosos poderão utilizar os equipamentos para se conectar com os familiares por meio de vídeo chamadas.  

“Receber uma ligação por vídeo de um familiar é algo muito especial, ainda mais agora que muitos não podem receber visitas devido ao isolamento social. Tenho certeza que o Dia das Mães será ainda mais completo para muitos desses idosos que certamente irão se emocionar e ficar muito felizes”, afirma o vice-presidente do Conselho de Administração da Unimed Rio Preto, José Luis Crivellin. 

Para a entrega dos tablets e celebrar o Dia das Mães, a Unimed Rio Preto disponibilizará ainda uma sobremesa especial em cada instituição beneficiada. Os idosos irão ganhar bolos individuais e frutas para deixar a data mais festiva. Essa ação será realizada no dia 7 de maio.

“Sabemos o quanto é importante manter os idosos isolados durante a pandemia da Covid-19, mas o isolamento pode ser prejudicial psicologicamente.  Por isso desenvolvemos este projeto que certamente fará diferença na vida de muitas pessoas”, explica o presidente do Conselho de Administração da Unimed Rio Preto, Helencar Ignácio.