Redirecionamento de medicamentos

Já faz meses que temos como assunto os possíveis medicamentos já conhecidos no mercado que podem ser eficaz para auxiliar no tratamento do novo COVID. Esse assunto recorrente é o redirecionamento (ou reposicionamento) de medicamentos, que já existe há muito tempo. E nada mais é do que utilizar um medicamento que está aprovado para  tratar de uma doença específica, e se mostrar eficaz para combater outra doença. 

A Liraglutina (victoza), lançada em 2009 nos Estados Unidos para controle da diabetes tipo 2, mostrou-se eficaz na redução de peso e, em 2016 após comprovar sua segurança, foi lançado um novo produto com o nome comercial de Saxenda, o mesmo medicamento porém, agora, com a indicação e segurança comprovada para combater obesidade. A vantagem é ganhar tempo e evitar grandes custos, pulando muitas etapas que seriam necessárias para o registro de um nova substância. 

Atualmente, a Ivermectina, Nitazoxadina, Hidroxicloroquina e outros estão sendo testados contra o coronavírus. Porém, não é tão simples o quanto parece. Ainda é preciso comprovar que a droga é eficaz e segura para esse novo uso, pois é aprovada para outras finalidades. As dosagens podem ser diferentes para cada doença, o perfil clínico do paciente é diferente, assim como as interações medicamentosas podem ser diferentes. 

Além das incertezas citadas, já é comprovado alguns efeitos colaterais. A Ivermectina é excretada no leite materno e possui umas séries de possíveis efeitos colaterais como tontura, sonolência, vertigem e tremor. A Nitazoxadina é contraindicada para portadores de doenças hepáticas ou renais. Já a hidroxicloroquina pode alterar a acomodação visual e provocar visão turva, devendo evitar dirigir veículos durante o uso. 

Todos os riscos e benefícios devem ser avaliados pelo profissional de saúde durante a prescrição. A Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, intensificou o controle sobre esses medicamentos. Agora, a aquisição só é possível com receituário médico. Por isso, não faça uso sem recomendação de um médico. 

Para dúvidas sobre medicamentos, entre em contato conosco, que retornaremos em até 48 horas.  
Central de Informações:
assistenciafarmaceutica@unimedriopreto.com.br

O nosso plano é estar sempre ao seu lado por isso estamos por aqui também! Central 24 horas - (17) 3202-1223 SAC 24 horas - 0800 772 94 67

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *