Conheça a Unimed

Governança Cooperativista

VISÃO GERAL

Visão Geral

O cooperativismo é um modelo socioeconômico atual, pois incentiva a economia colaborativa, com compromisso público em favor do desenvolvimento econômico, do bem-estar social e do respeito ao meio ambiente.

É graças a práticas como justiça, igualdade, ajuda mútua e autossustentabilidade que o Sistema Cooperativo tem sido capaz de gerar crescimento sustentável e criar milhões de empregos. O Monitor Mundial de Cooperativas 2016, da Aliança Internacional das Cooperativas (ACI), aponta que 300 maiores cooperativas do planeta faturam US$ 2,2 trilhões ao ano.

O mesmo estudo destaca que o Sistema Cooperativo emprega 250 milhões de pessoas. Por fim, a cooperativa é uma forma moderna e segura de empreendedorismo, no qual tanto perdas quanto ganhos são divididos entre os associados, reduzindo os riscos de instabilidade no sistema econômico global.

O cooperativismo surgiu em meados de 1844, numa cidadezinha do interior da Inglaterra, os moradores de Rochdale, em Manchester, não conseguiam comprar o básico para sobreviver nos mercadinhos da região. Foi aí que 28 pessoas tiveram a ideia de se reunir para montar um armazém próprio, realizando compras conjuntas em grande quantidade e compartilhando-as de forma igualitária.

Assim nasceu a Sociedade dos Probos de Rochdale, a primeira cooperativa do mundo moderno, com princípios que até hoje formam a base do cooperativismo, tais como: honestidade, solidariedade, igualdade e transparência.

No Brasil, o movimento iniciou-se na área urbana, com a criação da primeira cooperativa de consumo de que se tem registro, em Ouro Preto (MG), no ano de 1889, a Sociedade Cooperativa Econômica dos Funcionários Públicos de Ouro Preto, que logo mais se expandiu para Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Em 1969 surge a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), uma sociedade civil e sem fins lucrativos, com neutralidade política e religiosa, defensora dos direitos do cooperativismo nacional.

E em 1971, a Lei nº 5.764 disciplinou a criação de cooperativas com a instituição de um regime jurídico próprio, destacando o papel de representação da OCB.

É um setor que registra crescimento acima da média e é responsável por injetar mais de R$ 8 bilhões em salários e benefícios todos os anos na economia.

Fonte: Cartilha do Cooperativismo da Unimed do Brasil

Feedback