A Organização Mundial de Saúde afirma que não existe definição oficial de saúde mental. Diferenças culturais, julgamentos subjetivos, e teorias relacionadas concorrentes afetam o modo como a “saúde mental” é definida.

O termo é usado para descrever o nível de qualidade de vida cognitiva ou emocional. A saúde mental pode incluir a capacidade de um indivíduo de apreciar a vida e procurar um equilíbrio entre as atividades e os esforços para atingir a resiliência psicológica.

A maior parte das pessoas, quando ouvem falar em ‘Saúde Mental’ pensam em ‘Doença Mental’. Mas, a saúde mental implica muito mais que a ausência de doenças mentais. Pessoas mentalmente saudáveis compreendem que ninguém é perfeito, que todos possuem limites e que não se pode ser tudo para todos.

Essas pessoas vivenciam diariamente uma série de emoções como alegria, amor, satisfação, tristeza, raiva e frustração. São capazes de enfrentar os desafios e as mudanças da vida cotidiana com equilíbrio e sabem procurar ajuda quando têm dificuldade em lidar com conflitos, perturbações, traumas ou transições importantes nos diferentes ciclos da vida.

A saúde mental de uma pessoa está relacionada à forma como ela reage às exigências da vida e ao modo como harmoniza seus desejos, capacidades, ambições, ideias e emoções.


O que é ter saúde mental?

  Podemos elencar 4 pontos principais e eles são:

– Estar bem consigo mesmo e com os outros;

– Aceitar as exigências da vida;

– Saber lidar com as boas emoções e também com aquelas desagradáveis, mas que fazem parte da vida;

– Reconhecer seus limites e buscar ajuda quando necessário.

É importante lembrar-se que todas as pessoas podem apresentar sinais de sofrimento psíquico em alguma fase da vida. E para manter sua saúde mental em dia, aqui vão algumas dicas:

– Mantenha sentimentos positivos consigo, com os outros e com a vida;

– Aceite-se e às outras pessoas com suas qualidades e limitações;

– Evite consumo de álcool, cigarro e medicamentos sem prescrição médica;

– Não use drogas;

– Pratique sexo seguro;

– Reserve tempo em sua vida para o lazer, a convivência com os amigos e com a família;

– Mantenha bons hábitos alimentares, durma bem e pratique atividades físicas regularmente.

E se precisar de uma conversa e/ou ajuda, procure um especialista de psicologia. Esses profissionais têm todo o conhecimento para avaliar o seu caso e para traçar um plano de cuidados para que aprenda a lidar com a sua saúde mental.

Fonte: Secretaria de Saúde do Estado do Paraná.