benefícios para funcionários

Quais são os 7 principais benefícios para funcionários? Descubra!

Oferecer uma carteira de benefícios para funcionários é uma estratégia importantíssima para que sua empresa conquiste bons resultados. Com isso, ela se torna atraente para os maiores talentos disponíveis no mercado de trabalho, aumenta a motivação e a satisfação profissional, reduz a rotatividade e os afastamentos, entre outras vantagens.

Tudo isso refletirá em uma maior produtividade e eficiência, assim como na qualidade dos seus produtos e serviços. Quer conhecer os principais benefícios e os seus impactos? Então, acompanhe o nosso post!

1. Vale-refeição

Essa modalidade de benefício é dada na forma de um valor mensal para auxiliar o colaborador na compra de suas refeições durante a jornada de trabalho. Pela lei brasileira, os empregadores não são obrigados a custear a alimentação, mesmo nas jornadas mais longas, como a de 12 horas.

Antigamente, ele era dado como um talão com tickets de papel que tinham um valor fixo diário. Por isso, ficou conhecido como “vale”. Hoje em dia, porém, na maioria das vezes, são oferecidos como um cartão magnético, em que o usuário pode utilizar a quantidade que quiser todos os dias.

No entanto, como grande parte das empresas oferece algum benefício para as refeições ou a alimentação no local, esse vale frequentemente não é visto como um benefício extra. Seus colaboradores podem enxergá-lo como uma obrigação.

2. Vale-alimentação

O vale-alimentação é um valor mensal disponibilizado ao colaborador para que ele faça compras em mercados, supermercados e outros estabelecimentos de insumos alimentícios. É uma forma de simplificar e diversificar um benefício muito tradicional: a cesta básica.

Em vez de dar um kit padronizado de alimentos, ele recebe um cartão ou um ticket que pode ser utilizado para a compra de qualquer item. Assim, ele tem a oportunidade de escolher de acordo com as preferências dele ou de sua família.

Seu custo pode ser compartilhado com o colaborador em uma porcentagem fixa determinada no contrato de trabalho. Além disso, você deve calcular os custos de administração pela emissora dos vales.

No entanto, geralmente, ele não é aceito em restaurantes, lanchonetes e demais lojas que oferecem alimentos prontos instantaneamente. Então, é importante pensá-lo em conjunto com a estratégia de vale-refeição. Caso contrário, em vez de gerar satisfação, o vale-alimentação vai ser motivo de reclamações.

Afinal, ambos benefícios apresentam um escopo diferente:

  • o vale-refeição é uma ajuda de custo para a alimentação durante a jornada de trabalho;
  • o vale-alimentação é um benefício visto como uma forma de auxiliar na alimentação da família do colaborador — em alguns casos, ele pode utilizá-lo para preparar a refeição que traz de casa.

Nesse sentido, estratégias interessantes são:

  • oferecer tanto o vale-refeição quanto o vale-alimentação;
  • dar um valor fixo para o subsídio da alimentação, deixando a opção para que o colaborador divida entre os dois vales;
  • dar a autonomia para que o trabalhador decida por um dos dois vales.

Como ele terá o poder de escolha, reduzem-se bastante as chances de o benefício ser questionado.

3. Vale-transporte

Ao contrário dos vales anteriores, o subsídio de parte dos custos com transporte é uma obrigação do empregador pelas leis trabalhistas brasileiras. No entanto, você também tem direito a descontar 6% do salário do colaborador para ajudar no custeamento.

Por esse motivo, ele não é visto como um benefício verdadeiro e dificilmente traz mais motivação. Uma forma de melhorar essa situação é dar ao colaborador um vale-combustível, caso ele tenha um transporte particular, ou cupons em aplicativos de mobilidade, como o Uber.

4. Plano de saúde

Certamente, o plano de saúde da empresa é o benefício que mais “enche os olhos” dos colaboradores. Afinal, muitas pessoas não estão satisfeitas com a qualidade da saúde pública brasileira pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Somado a isso, os serviços particulares são muito caros para que grande parte da classe média consiga custeá-los.

Assim, ter um bom plano de saúde é um dos grandes objetivos de muitos trabalhadores. Mesmo quando eles não são oferecidos pelo empregador, várias pessoas os contratam por conta própria.

Nesse sentido, as empresas que oferecem assistência médica de excelência são valorizadas pelos trabalhadores em vários processos importantes para a gestão de recursos humanos:

  • durante os processos de recrutamento, os melhores talentos vão se sentir atraídos ao ver um bom plano de saúde na lista de benefícios;
  • no dia a dia, o plano de saúde é um incentivo para um bom desempenho, servindo como uma motivação externa — ninguém quer perder um emprego que oferece um bom plano de saúde;
  • esse benefício também é visto como uma forma de cuidado e de investimento da empresa no trabalhador — com isso, eles se sentem mais valorizados e se engajam mais para conquistar as metas e melhorar continuamente os resultados.

Além disso, como nenhum outro benefício, os planos são uma forma de promover a saúde e prevenir doenças em toda a força de trabalho. Com isso, sua empresa evita os seguintes problemas que comprometem a gestão dos custos e reduzem a produtividade:

  • absenteísmo devido a condições de saúde;
  • afastamentos prolongados ou permanentes de talentos por doenças;
  • níveis elevados de estresse profissional;
  • alta incidência de agravos ocupacionais, entre outros.

Todos essas vantagens fazem com que os planos sejam um dos benefícios com maior retorno sobre o investimento. Os resultados que eles trazem superam bastante os custos, com toda a certeza. Além disso, hoje em dia, sua empresa pode contratar modalidades corporativas mais baratas, nos contratos co-participativos. Desse modo, a mensalidade pode chegar a um preço reduzido, e o colaborador contribui com parte do valor a cada serviço que utilizar.

5. Plano odontológico

O plano odontológico é bem semelhante ao anterior, apresentando as mesmas características e vantagens. No entanto, é voltado para serviços de saúde bucal, como dentistas gerais, protéticos e ortodontistas. Tanto no caso dos planos de saúde quanto dos odontológicos, é imprescindível escolher um prestador de serviços de alta qualidade e que seja reconhecido pela excelência no mercado.

Caso contrário, o que era um benefício torna-se uma insatisfação. Afinal, os colaboradores enfrentarão problemas, como dificuldades de agendamento de consulta, profissionais ruins, excesso de burocracia para marcar procedimentos, entre outros.

6. Vale-cultura

O vale-cultura é um valor mensal destinado para o consumo de bens ou serviços culturais, como:

  • livros;
  • shows musicais;
  • cinemas;
  • espetáculos de dança e de circo;
  • peças de teatro, entre outros.

Ele faz parte das iniciativas da Lei de Incentivo à Cultura. Por esse motivo, sua empresa pode descontar do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica os custos relativos ao vale-cultura.

7. Convênios de serviços

Essa é uma forma de parceria com o comércio local ou digital para oferecer serviços de interesse dos seus colaboradores, como academias, clínicas de estética, SPAs, escolas de idiomas, entre tantas outras possibilidades. Com isso, eles ganham um desconto no momento da contratação ou aquisição.

Na maioria das vezes, esse benefício não apresenta nenhum custo para seu negócio. Afinal, as demais empresas verão uma oportunidade de aumentar o público de clientes fiéis.

Entretanto, em alguns casos, você pode contribuir com uma parcela para reduzir ainda mais o valor. Frequentemente, os gestores de pessoas utilizam essa estratégia para incentivar a atividade física ao pagar parte das mensalidades das academias.

Ao oferecer os benefícios para funcionários que falamos anteriormente, sua empresa se torna muito mais competitiva para a atração e permanência dos maiores talentos do mercado. Com isso, conquistam-se produtividade, eficiência e inovação. Esses ativos são essenciais para um crescimento saudável e perene.

Quer entender melhor quais seriam os custos financeiros de oferecer um plano de saúde empresarial para seus colaboradores? Então, confira o nosso simulador de preços!

O nosso plano é estar sempre ao seu lado por isso estamos por aqui também! Central 24 horas - (17) 3202-1223 SAC 24 horas - 0800 772 94 67

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *